Avenida das Américas, 16.267 - grupo 303.

Tel: (0xx21) 2437-2434

Recreio dos Bandeirantes

Rio de Janeiro
 
 
 
 
• lentes de contato
• cuidados com a criança
• óculos de sol
• o computador e seus olhos
 
Cuidados com a Criança
 

Por que se preocupar?
Os olhos de uma criança são as janelas para o mundo. Cuidar da visão desde cedo é fundamental para o bom desenvolvimento da criança. É muito importante a ajuda dos pais e das professoras para reconhecer um problema ocular em uma criança, pois elas, geralmente, não reclamam. A criança míope, por exemplo, aceita a visão que tem, pois não sabe como deveria enxergar se não fosse míope. Ela não tem parâmetros para comparar pois tem a visão fora de foco desde que nasceu.

Quais os sintomas?
Uma criança pode apresentar mau rendimento escolar, com notas baixas e desinteresse pelos estudos simplesmente por apresentar um problema ocular ainda não detectado e que pode, facilmente, ser tratado pelo oftalmologista. Você mesmo pode ajudar a reconhecer diversos alterações oculares em seu filho procurando por sinais que indiquem problema, tais como: · Coceira freqüente nos olhos · Olhos vermelhos e/ou com secreção · Lacrimejamento excessivo · Desvio dos olhos · Pálpebras caídas ou inchadas · Dor nos olhos · Dor de cabeça freqüente · Olhos "grandes" · Pupilas ("menina dos olhos") brancas ou de tamanhos diferentes · Sensibilidade excessiva à luz E ainda atitudes como sentar muito próximo à TV, colocar o livro ou caderno muito próximo ao rosto, desinteresse pelos estudos, falta de atenção na escola, pular palavras ou linhas inteiras na leitura e inclinar a cabeça ou tampar um olho para enxergar melhor.

Os tratamentos têm sucesso?

Quando patologias como estrabismo ("olho torto"), ambliopia ("olho preguiçoso"), catarata congênita e até mesmo o glaucoma, são diagnosticadas antes do sexto ano de idade, é possível, em muitos casos, tratá-las com sucesso.

O que é ambliopia?
A ambliopia ou "olho preguiçoso" acontece por um desvio ocular ou pela diferença de grau entre os olhos. Como um olho funciona melhor que o outro, o cérebro da criança usa o olho de melhor visão e esquece de desenvolver o outro olho. Se não houver tratamento (com óculos e oclusão do olho bom) até os 6 a 8 anos de idade, esse olho nunca mais terá uma boa visão.

Como tratar olho torto?
O desvio ocular muitas vezes pode ser corrigido apenas pelo uso dos óculos, mas, algumas vezes, a cirurgia se faz necessária. Mesmo o desvio intermitente (que vai e volta) precisa de tratamento.

Lacrimejamento pode ser um problema no bebê?

Um problema comum em criança é a obstrução do canal lacrimal, levando a um lacrimejamento excessivo e infecções freqüentes. Muitas vezes, esse problema desaparece após alguns meses, mas algumas vezes, precisa de tratamento adequado. É aconselhável levar seu filho para um exame de vista aos 6 meses, 3 e 5 anos de idade. Não esqueça que o futuro do seu filho depende também de uma boa visão.